Sexta-feira, 24 de Abril de 2015

Resetando pesadelo


Preocupa o cerco brutal que toca os cordeiros para as piras tabernaculares.

Religião, a legião de reses!

Já começou a ficar difícil sacar dinheiro sem a marca da besta biométrica, digo, cibernética!

A ignorância científica é talvez a segunda maior causa do afundamento da humanidade, a primeira, como sempre afirmo, é a imbbbecilidade, a burrice.

Não saber física, biologia, química e não entender que as três são a MESMA COISA — a única coisa que muda são os sistemas decodificadores usados para descrever esta única coisa, e esta única coisa foi dividida em três porque é dividindo que se conquista — é assinar uma pena de morte para si.
A compartimentação do conhecimento visa à ignorância holística, visto que entender a parte não implica no entendimento do todo.

Este texto busca manter a coerência sinérgica da questão científica. Para melhor entender, notemos o seguinte: a água pode ser descrita fisicamente, líquido, quimicamente, H2O, e biologicamente, fluido vital. Com essas três "adjetivações", começamos a estabelecer as fronteiras dentro do conhecimento, e daí aprofundamos com mais adjetivações, fisicamente, quimicamente e biologicamente: fluido usado como parâmetro indexador de fluidez por seu "absolutismo" do entendimento fluídico dos outros líquidos, características hidráulicas, amorfismo, tensão superficial, empuxo, viscosidade, solvente universal, características óticas, características da estrutura molecular, veículo de transporte, eletrovalência, etc...
Todas essas características da água (ou de qualquer outra coisa), que são desmembradas, devem ser reunidas para que uma melhor compreensão da água aconteça, de outra forma não saberemos usá-la em todas as suas capacidades.

Qualquer motor a explosão funciona a água, e isso é sabido, mas alega-se que a energia necessária para gerar a eletrólise que separa o oxigênio (O) do hidrogênio (H) é a mesma gerada na reunião explosiva do H com o O, ou seja, se para separar as moléculas gasta-se, por exemplo, "1" e a reunião deles gera "1", o resultado da tentativa de gerar energia da eletrólise é trocar seis por meia duzia.
Segundo dizem, isso, alegam, é a segunda lei da termodinâmica, a lei de conservação de energia, que diz que não há como tirar energia além da que há, e que esta energia é constante em um sistema fechado (sistema fechado é aquele que não recebe energia de fora e nem doa - lembro a todos que NÃO existe sistema fechado, melhor dizendo, o único sistema fechado é o todo).
Esta afirmação termodinâmica é mentira, é falacia, mas para sabermos isso é preciso conhecimento multidisciplinar!
Vamos lá:
A eletrólise é a quebra, por eletricidade (como o nome já diz), da água em hidrogênio e oxigênio através de uma diferença de potencial (a diferença de quantidade de elétrons entre uma ponta e a outra, a esta diferença, quando em movimento, damos o nome de corrente) entre o cátodo (é aquela ponta lisa das pilhas, polo negativo) e o ânodo (é a ponta da pilha que tem um "mamilo", o polo positivo). Mas a água pode ser dissociada também por eletromagnetismo, por vibração e por calor — em incêndios em grandes florestas de pinheiro acontecem explosões (não confundir com explosões para debelar o fogo) porque, devido à queima de pinheiros ser muito calórica, por terem muita gordura, a água, tanto do ambiente quanto dos bombeiros, é aquecida a temperaturas desagregantes, que separam seus elementos, que depois, quando se juntam, explodem.

Só com esses dados acima, já temos uma visão da água mais "sincera". Acrescentemos a isso que água é ISOLANTE e não condutora como a maioria acha, condutores são os sais e eventuais poluições da água.

O forno de micro-ondas tem suas ondas com o tamanho necessário para "sentar a porrada" nas moléculas de água, daí as moléculas espancadas, "do nada", acabam fervendo de raiva.
Observo que, se a pancadaria for muito brutal (como aqueles lapidamentos da muçul-manada, que gosta de baixar de quatro para valete), as moléculas não aguentam e acabam quebrando ("micro-ondentólise"?), com consequente kaboom no reencontro dos saudosos oxigênio e hidrogênio.

Resumindo a bagaceira: para se fazer um automóvel movido pelo líquido que os excrementos banqueiros estão se apropriando totalmente (inclusive com chemtrails antichuva, com diques de sequestro e envenenamento), a água (quando eles conseguirem privatizar completamente a água, eles vão admitir que fazer carro a água é fácil), basta que acoplemos no coletor de admissão uma câmara metálica fixada à antena de micro-ondas de um forno de micro-ondas.

Para entender melhor: um veículo que faz 15 km por litro, a dois mil giros/min e a 70 quilômetros por hora, tem um consumo pontual de combustível na seguinte configuração:
Se o carro tem quatro cilindros, cada cilindro consome 250 ml de combustível a cada 15 km; o motor, sendo 4 tempos, encaixa perfeitamente um cilindro em cada tempo, por isso escolhi esta configuração, para facilitar o cálculo que vou mostrar.

Se fazemos 70 km por hora, 15 km faremos em quase 13 minutos, logo, são 13 vezes 2.000 giros do motor, estes 26 mil giros servem para dividirmos o litro (em mililitro) de combustível e obtermos o gasto de combustível de cada explosão.

Este 0,0384615 de combustível é menor (muito próximo de uma gota de água em temperatura ambiente) que uma gota, ou seja, uma explosão que gera o deslocamento de um carro precisa de uma mísera gota (dependendo do tipo de líquido, de abertura e da temperatura, a gota é maior ou menor, no caso da água gira em torno de 0,05 ou 0,03 ml) para "kaboomzar" a contento.

E a energia de uma vela de automóvel é suficiente para tal, esta vela tem sua alta tensão garantida pela bobina, que segue o princípio de um flyback, ou melhor, o flyback usa o princípio da bobina (sugiro que pesquisem sobre o funcionamento da bobina que transforma baixa tensão em alta tensão).

Agora percebam que, para se fazer um auto movido a água, ele só precisa "fritar" uma gota por ciclo, ou seja, uma mísera pilha de nove volts, se usada a contento, gera essa energia!!

Para um magnetron (o transdutor que transforma uma corrente elétrica em micro-ondas dentro do forno) dissociar uma gota d'água chega a ser patético, e para colocar um destes em ação só precisamos de uma bobina simples de automóvel.
É perigoso, emite ondas eletromagnéticas em espectro de micro-ondas, que é extremamente penetrante em corpos suculentos. TEM que blindar o local de atuação da antena e o próprio magnetron. O uso de magnetos (quanto mais possante melhor) é interessante para orientar os gases de saída.

Qualquer pessoa com um conhecimento menos compartimentado percebe que acabei de dar uma receita de carro "hidrófago", os mais catequizados, os catedráticos ou vão dizer que não funciona sem testar ou vão testar céticos e, claro, quebrarão a cara, ou, o mais provável, farão de forma tosca parapraxicamente, para não precisarem endossar a burrice deles e do sistema, e, pior, alavancando os undergrounds e loucos autodidatas!

TUDO o que aprendemos em cátedras é uma imensa mentira!!
Os excrementos mentem sobre uma Terra sólida só para ocultar o oco do crânio deles (e a miríade de possibilidades e esperanças que uma Terra oca invoca) ou, pior, ocultar a massa marrom, a merda encefálica, e se esses imbecis são cara de pau para afirmar tal idiotia a ponto da massa ainda endossar, é sinal que o todo merece a parte e as partes merecem o todo!

Mas voltando ao nosso assunto, o que mostro é que, buscando o entendimento descompartimentado, conseguimos resultados brutalmente mais satisfatórios. Vou mostrar agora as falhas da proposta oficial, que mistura postulados absolutos de termodinâmica com a realidade factual.
Os vermes falam de combustível nos moldes de tanques de combustível, induzindo o pensamento do armazenamento do combustível, e isso torna inviável a proposta do hidrogênio puro, pois todos os carros seriam bombas, e das piores!
Os lixos catedráticos sugerem que se armazene o hidrogênio em blocos de alumínio dopado, que é um alumínio poroso por dentro que armazena hidrogênio em suas bolhas. Isto é algo como uma dinamite, que é uma argila porosa como uma esponja, na dinamite, coloca-se a nitroglicerina na porosidade para que a mesma não tenha a massa com tamanho de ignicionar-se, e no caso do hidrogênio, é para encapsular e impedir o contato com o ignicionante oxigênio do meio ambiente. A similaridade está no método de armazenamento dos combustíveis (nitroglicerina e hidrogênio) e não na forma de uso.
E, claro, dessa forma, a produção do hidrogênio fica nas patas das indústrias.
E mais uma vez estamos reféns dos excrementos industriais. Os lixos vendem hidrogênio, um gás que implora para explodir pela sua instabilidade (ele só tem um elétron na camada de valência, que precisa ter dois), garantindo, além do lucro, o risco de explosão.

A proposta comum da turma do iutube (é por isso que é permitido), aqueles reatores eletrolíticos em garrafas com água salgada e chapas, tubos, malhas de aço inox como elementos catódicos e anódicos e tubos de saída para os oxigênio e hidrogênio, é problemática, pois, se algo entupir a saída dos gases, eles explodirão dentro da garrafa.

Ou seja, a solução é a feitura de combustível de forma imediata, sem riscos de armazenar reativos elementos, gera-se os reativos só na hora que for para eles reagirem!
Dessa forma, a água só é quebrada no coletor de admissão, exatamente antes de entrar na câmara de combustão.
E daí teremos sempre automóveis com seus tanques de água que, em acidentes, além de evitarem explosões e fogaréus, ainda os apagam (desde que o fogo não atinja temperaturas separadoras de hidrogênios e oxigênios)!
As mortes seriam em menor quantidade, inclusive por ingestão ou queimaduras de combustível, algo comum em quem se afoga dentro do carro que, por acidente, cai na água.

A grande sacação é a percepção "sintérica" da questão, o que quero dizer é que quanto menor um corpo, mais fácil, rápido e econômico é para aquecê-lo; e quanto maior, mais dispendioso é.
Daí vem a lógica sintérica, que é o nome de um processo industrial (sinterização) onde se usa do aquecimento em nível granular do material para fazer as peças finais desejadas.
Coloca-se o pó (metal, por exemplo) em um molde, coloca-se um aglutinante, água, por exemplo, espera-se secar a peça e aí é só aquecer por um período pequeno para que ela se funda em uma peça só.
Como os grãos de metal são infinitezimais, a temperatura que eles precisam para fundir é em pouca quantidade (observo que se temos uma chama de apenas 1.000 graus e um corpo precisa de 2.000 graus para fundir, ele não fundirá com 1.000 graus, mesmo que diminuamos este corpo), com isso é possível fundir uma peça inteira com uma quantidade de energia muito menor que a necessária para uma peça que estivesse sólida em uma peça só.

Para entender, pensemos em um rebolo de esmeril, que joga fagulhas em brasa de aço, que só ficam em brasa por conta do tamanho mínimo.
E, por sinal, nem queimam direito, apesar de estarem a mais de mil graus, pois a massa deles é muito pequena para aquecer mais que uma célula nossa, mas se fossem grandes teriam caloria suficiente para queimar muito mais; o calor trabalha diretamente proporcional à massa e inversamente proporcional ao volume (só isso já mostra a imbbbecilidade que é a proposta geodésica-magmática da nossa Gaia).

A ligação entre a citação do processo acima e o combustível aquático é simples, em vez de eletrolisar uma garrafa de um litro, basta eletrolisar menos da milésima parte!
A milésima parte (1 ml) é equivalente ao gasto de combustível de um motor com consumo de 0,75 km por litro (nem fórmula 1 bebe tanto)! Se dividirmos esta milésima parte do litro por vinte, chegamos à famosa gota, e fazer esta gota dissociar é coisa banal!
Faz-se com resistência de chuveiro e imãs, faz-se com microchapas metálicas e garrafas, da mesma forma que as do iutube, só que "nanométricas", acho que, se feito de forma precisa, até um fósforo acendendo é suficiente para fazer a gota sofrer separação litigiosa entre o oxigênio "O" e as hidrogênios "H2" (se eu coloco os hidrogênios, no masculino, esse papo de de O com H fica totalmente baitola e como sou um personagem higiênico...), mas isso é palpite.

Observo também que meia gota de hidrogênio e meia gota de oxigênio tem poder calórico bem mais alto do que uma gota de qualquer hidrocarboneto combustível.

Como mostro, se entendemos todas as ciências de forma não compartimentada, multidisciplinar, qualquer coisa passa a ser algo factível, mas se só entendemos em nossa "área", aí não entendemos nada do todo, mas somos especialistas de detalhes, e só em um âmbito bem restrito, aliás, isso que descrevo é a imbbbecilidade da proposta quântica, que todos acham que vale mais que uma leitura na louça defecatória!
Os boçais não percebem que a "razão quântica" é por conta da mesquinharia do estudo deles!

Vejam que quanto mais mesquinhos e mergulhados em detalhes estúpidos, particularmente bosônicos, mais os boçais precisam ir ao CERN para resolver algo que está no cerne!!

Um exemplo fundamental do que é compartimentação do conhecimento é o tal celular, uma arma para agrilhoar os escravos cidadãos e eventualmente matá-los.
Nada mais é que uma tornozeleira de preso, só que, além de ser usada voluntariamente, pode também fritar ou adoecer o usuário.

Qualquer idiota percebe que um walkie-talkie faz o mesmo que um celular, e faz melhor, visto que com um walkie-talkie transmitimos por milhares de quilômetros (depende do aparelho), só que de GRAÇA!
E para um walkie-talkie de baixa potência bastaria usar as estações repetidoras de rádio, que, por sinal, NUNCA ficam perto de residências, por duas razões: uma, alegada, para proteger a saúde do usuário, e a outra, criminosa, para que as pessoas não percebam que tais antenas doam eletricidade sem que precisemos pagar por ela!
Curiosamente, antenas de celular, que têm uma radiação brutalmente penetrante, ao contrário das antenas de rádio, os excrementos governantes permitem quase que no meio do cu do cidadão!
Será mera coincidência??
Aos que não entendem, sugiro que observem as lâmpadas próximas a antenas, inclusive de celular, que acendem (piscam) a cada chamada entrando na torre.

Então, fica a óbvia pergunta: se não são necessárias essas antenas para que nos comuniquemos, para que servem elas?
E mais, se um walkie-talkie funciona mais eficazmente e mais barato, por que usamos celular?
As razões, para variar e mudar a rotina, são criminosas, vamos começar só lembrando o que aconteceu no Chile no terremoto de 2009: TODOS ficaram em blackout de comunicação, até a excrementa clinton foi lá para "doar" rádios de comunicação!
Ou seja, com celular é absolutamente banal cancelar as comunicações e com rádio comunicador é IMPOSSÍVEL eliminar as comunicações!
Assim sendo, tudo o que ouvimos de celulares mundo a fora pode ser absoluta MENTIRA, podem ser computadores emulando inclusive as vozes dos interlocutores!
Mas por rádio, isso é impraticável!

Os rádios que a tal clinton doou?
Eram digitais, ou seja, dependem de decodificadores e assim não servem para NADA além de placebo!

Nas guerras, usavam-se rádios de manivelas, que nada mais eram do que rádios de galena ou de germânio, que eram potencializados pela manivela acionando dínamos (dínamo é um gerador elétrico que através do giro de um imã eletrifica eletroimãs, EXATAMENTE igual a uma central hidrelétrica, onde quem gira a manivela é a água, ou um alternador de automóvel, onde quem gira a manivela é o giro do motor, o nome alternador vem do fato de fornecer corrente alternada) e não precisavam de porra nenhuma além do braço e das cordas vocais de um indivíduo!

Qualquer walkie-talkie pode funcionar como essas lanternas de dínamo, sem pilhas, sem nada que impeça a comunicação!
Os mais boçais, crentes que pensam, os catedráticos e os leitores de superinteressante, vão dizer que é para auferir lucros aos donos do jogo, só que a verdade é que dinheiro e merda são a mesma coisa, eles produzem papel moeda da mesma forma que cagam e produzem papel higiênico!!

Fica mais do que evidente que a razão ÚNICA é o ENGESSAMENTO DAS COMUNICAÇÕES!!

Como já dizia o velho "guerrilheiro" canalha palhaço cafetão televisivo chacrinha (judeu, claro, mas creio ser mera coincidência): "Quem não se comunica se estrumbica!"
E graças a esse conhecimento, esse lixo ensinava a mulherada brazuca a ser vagabunda com orgulho, e até com bacalhau!!!
Ele comunicou a agenda judia porque entendia que comunicação é tudo!

Internet poderia ser transmitida via rádio a manivela?
É claro, mais aí onde ficaria o controle, onde seria possível bloquear os inconvenientes?
Não seria possível encaminhar e sugerir googlericamente os sites de acordo com a agenda!
Aquela que ensina o imbecil a ser mais imbecil ainda e os desconfiados pensantes a serem denunciadores das agendas se denunciando para as agendas!

O celular é a epítome dos armamentos de controle de massa!
Com ele, frita-se o cérebro dos "pensantes" (com as antenas, a fritação letaliza instantâneo), engessa-se a comunicação e espiona-se a comunicação (ou alguém acha que as antenas não estão ouvindo, vendo, delatando), e, o mais importante, com as antenas garante-se que todo e qualquer cidadão poderá ser eliminado em um pulsar de sinal!
As cabeças explodirão tal e qual ovos em fornos de micro-ondas!

Não é por acaso que existem tantas antenas, e todas simetricamente organizadas para atingir as ginecolosidades sociais.

Se dão valor à vida, JOGUEM FORA ESSAS PORCARIAS, comprem rádios de comunicação, que, não por mera coincidência, estão sumindo e são caros.

Essa imundície serve para plotar cada ato de um cidadão, plota até as batidas cardíacas, ouve tudo o que se fala, mesmo que neguem, filmam tudo, são os olhos, ouvidos e estetoscópios do big bosta!

Qualquer cidadão com um celular está sendo o "beacon" fundamental para o tiro certeiro do "míssil" que os fará bacon!

Mísseis de precisão precisam de sinal orientador (beacon) para atingir o alvo "cirurgicamente".

Para facilitar o entendimento, um míssil ar-ar, terra-ar precisa seguir o calor das turbinas do avião, ou então segue os campos eletromagnéticos dos metais e aparelhos em funcionamento no avião.

A forma dos aviões grandes, bombardeios e caças-bombardeios escaparem é gerando cortinas de "fumaça", que são ou aspersão de limalhas metálicas no ar (gerando campo eletromagnético dublê) ou então soltura de bolhas de calor (turbina dublê), pois não têm capacidade de manobra de um caça.

Nós, com celulares, estamos sendo os beacons dos sinais letais dessas malditas antenas que, como já afirmei diversas vezes, não são só antenas retransmissoras, são canhões de micro-ondas que têm como prerrogativa principal o EXTERMÍNIO DA HUMANIDADE, via holocausto, sacrifício de fogo!

Os judeus estão nas portas da vitória total, o mundo será deles MESMO, pois eles não têm os mesmos campos eletromagnéticos que humanos, e os sistemas biométricos são exatamente para o ajuste fino das armas, só para matar gentio!

Aí, vem a mula e diz: "Mas como não tem eletromagnetismo igual, se eles se reproduzem conosco?"
E a resposta vem a cavalo!
Uma égua pode ser montada por um burro, e o resultado não será cavalo, será jumento, e depois de milhares de reproduções imundas com mutantes só existem JUMENTOS no mundo!!
Cavalos e éguas não têm o mesmo campo eletromagnético de um jumento, de um burro, nem de um jegue!
Aos que acham que estou viajando, sugiro que leiam o velho testamento para entender o "contrato" estúpido que assinaram no novo!

Os judeus só tomaram o mundo graças ao abjeto cristo, com a catequese desse lixo, com as imbbbecilidades de amai-vos uns aos outros, com os "perdões" piegas para excrementos, com as agendas de não matarás lixos é que os lixos espocaram para todo lado, a raça degenerou e até buraco de cagar virou órgão reprodutor!

Esses mutantes são nada, são borra, são incompetentes, mas graças a cristo viraram os tais, se prestassem, não precisariam de uma aberração misógina, pederasta, pedófila, sádica, vaidosa, vingativa ensinando-os a arte da mentira e enganação para conseguirem vencer.

Viramos jumentos, jegues, acéfalos, tudo graças ao cristo, o lixo feito por deus para garantir o domínio de judeus!
Deixamos de ser cavalos, puro sangue ou não, graças ao sexo lazer, à fornicação rasa, graças à sabotagem da égua, que em vez de só escolher "o garanhão" aceita até usar o cu para gerar não garanhões e éguas, mas excrementos dignos de lixão.

A escolha de macacos como cavalos para a construção do ser humano não foi uma escolha ao acaso, vamos aos fatos:
A forma de se capturar micos é colocar uma banana dentro de uma garrafa de refrigerante, o mico vem, pega a banana dentro da garrafa, mas não consegue tirar, pois a banana mais a sua mão são grandes demais para passar pela boca da garrafa. E assim o mico é capturado, não com a boca na botija, mas com a mão entalada na botija.
São animais que têm na gula seu maior defeito.

A forma de descobrir água em regiões kalaháricas é capturar um macaco para que este acabe entregando o seu reservatório particular. Depois de preso, enchem o macaco de sal e o infeliz começa a sentir o efeito daquelas propagandas de refrigerante onde o cara aguça a sede com salgadinhos antes de degustar o refri. Quando o piteco chega ao ápice da sequidão, solta-se o infeliz e vai-se atrás dele, o desespero da sede torna o macaco incauto, que mostra o caminho para a água.
O importante na questão é a forma com que se captura o macaco: coloca-se sementes em um buraco pequeno à vista de algum "despercebido" macaco observador, como se se tentasse esconder um "segredo" dentro do buraco. A curiosidade macacal matou o gato e, mais uma vez, o infeliz enfia a mão no "esconderijo", pega o "segredo", mas não consegue tirar a mão, que, cerrada, não larga as sementes, e vira presa!

Não é mera coincidência que a forma de conquista mais comum é a solércia, é o jogo de miçangas comprando os mais lixos, os mais gulosos, os mais curiosos e ladrões.

Se usassem um animal com dotes construtivos mais agudos, não haveria jogo, visto que tais seres não são coopitáveis.

A mão que pega, aquela alardeada como a ferramenta por excelência, é também a mão que fode, com seu ensejo de pegar, de reter, em vez de usar e deixar para lá.

Esta mão, que usada de forma estúpida, garante a captura não só dos bens, das ferramentas, da confecção das artes, mas dos sonhos, e pesadelos, os pesadelos onde acabamos inclusos.

Agarramos o pesadelo não só com as mãos, mas com o espírito que, agarrado ao pesadelo, não consegue alçar voo, fugindo do jugo.
Larguemos de lado as imbbbecilidades crísticas, abramos mão de sermos servos para nos tornarmos altaneiros.
Abramos mão de permanecermos lixos para sermos dignos.
Abramos mão de celulares e confortos.
Abramos mão da preguiça imunda que nos faz subservientes de sistemas falsos de segurança e saúde.
Abrindo as mãos de nossa mediocridade, poderemos agarrar firmemente o galho salvador na beira do abismo. Se não o fizermos, mergulharemos no abismo sem largar mão de nossa imbbbecilidade, e esta, pesada, só vai aumentar nossa queda inércial, o resultado será abrir as mãos apenas no impacto mortal no fundo do poço abismal!
Agarremos firme com as mãos os conhecimentos que buscam nos ocultar.
Empunhemos armas nas mãos e quem sabe poderemos reverter a desgraça que vem de mãos dadas com o pesadelo.

Publicado por Vapera às 09:40
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
 O que é? |
Domingo, 5 de Abril de 2015

Resetando reflexões, seus flexos e reflexos


A imbbbecilidade humana beira o estado da arte, isso nos casos menos imbbbecis, nos mais, supera-o!
Reflitamos: como podemos achar que o computador é uma ferramenta para o nosso uso, se até para falar com o computador quem estabelece a forma de comunicação é o computador, e a nós só sobra escrever as sintaxes de forma correta para que não sejamos ignorados?
Tenho a impressão de que é o contrário...
O computador diz que só entende binário, e nós binariamente acreditamos.
Falamos em "binarês", e o computador diz que tem que ser de forma hexadecimal para que se reduza o imenso abismo que separa o sintético binário dos algorítmos de interação mais sofisticados, e nós binariamente aceitamos e buscamos uma interação linguística mais "alto nível".
Acabamos por "criar" os sistemas operacionais, que nada mais são do que formas de "implorar" para computadores o direito a "audiência" e até a serviços e quebradas de galho.
E, mais uma vez, a computadorada decide quais as formas de interação, as regras do jogo, as formas das peças, se usaremos janelas ou portas para entrar no mundo virtual...

Mas a cagada nunca vem só, e a computadoria decide que quer ser tocada na interação, quer ser bolinada, quer se sentir com a xoxota sendo analisada quando as pessoas fazem aquele indefectível movimento, com o polegar se contrapondo ao indicador ou ao médio, de abrir as perseguidas, quando os usuários "abrem" a foto para ter um zoom.
Tudo absolutamente "erótico-dry", toques lúbricos nas sintéticas texturas deslubrificadas.
Os toques não serão mais só nas rodinhas de rolamento, grelinhos de mouses, nos joysticks e no dedilhar nos teclados ou tablets, agora o caminho segue para o "pele na pele", é a inexorável aproximação para o ato sexual culminante.
E os genitais cibernéticos estão chegando com velocidade e diversidade de processamento de bit quântico...
A cada orgasmo real, um virtual será energizado, e sabendo que sexo é a mola mestra dos "zumbostas" (quando as pessoas só têm merda na cabeça, de zumbis elas viram zumbostas) — parece que vai borbulhar energia sem parar a cada segundo no organismo cibernético que é a web —, podemos supor que a falta de energia da web será resolvida de forma quase imediata, pois a espécie humana (umana?) servirá como uma espécie de duracell, a pilha que dura, dura! Computadores serão movidos a orgônio e orgasmo!
A humanidade faz upgrade de boçais para boçais piezoelétricos (não confundir com cristais piezoelétricos)!!!
Suposições, apenas suposições. Mas com relação ao fato de que quem tem que seguir protocolos para falar com o computador é o humano, ou zumbosta, isto eu não estou supondo, isto é fato.
Como podemos acreditar que uma máquina cheia de frescura, que exige que a contatemos assim ou assado ou então nos ignora, será a peça fundamental para a libertação do ser zumbi (zumbosta não gosta de comer cérebro, prefere intestino)?

Não seria mais coerente desconfiarmos que tais exigências dos computadores só servem para nos adestrar com rédeas mais curtas? Gerar rotina é algo atávico para um computador, é gerar aprisionamento, é o ir e vir neurótico dos animais enjaulados, de um lado a outro na jaula, é o loop do louco, loop gerado por lupos, lupo em pele de "chip".

E ficam todos bolinando em seus tablets, ipads, e, depois da bolinada, um selfie, só para relaxar, e depois mais bolinação...
Todos tatuados, devidamente marcados a ferro, orgulhosos de ostentarem suas identidades tribais em um mundo sem tribos, apenas com rebanhos de chips.
Isso é apenas a ponta do iceberg!

Cada vez que alguma empresa paga multa para o governo por ter lesado um cliente, me pergunto se isso não seria um imenso estímulo para que o próprio governo seja o maior apoiador dos desmandos e desonestidades das empresas.
O cidadão se fode e a empresa rouba e o governo recebe "propina" institucionalizada (multa) para deixar o cidadão fodido e a empresa roubando.
Ao cidadão sobra recorrer ao organismo venalmente togado... que é "parte" dos que ganham com as multas (propinas institucionalizadas) e fodeção do povo.
E achamos mesmo que o governo existe em nosso favor?
(Responda rápido: se um juiz que conhece alguém é suspeito para arbitrar um processo no qual este alguém é parte, por que, quando o governo é acusado de todo tipo de imundície, os juízes e procuradores, que são PAGOS [corrompidos?] pelo estado, são insuspeitos e legítimos para julgar este mesmo estado?)
Já observaram que, quando somos roubados e clamamos por nossos direitos e reclamamos, em vez de recebermos o valor da multa imposta em "nosso benefício" rateada entre todos os prejudicados, é o culpado por termos sido sacaneados, o governo (pois é o GOVERNO QUE PERMITE empresa salafra no mercado), que embolsa tudo só para ele??? Logo, ele, o governo, que não fez o que devia (impedindo o funcionamento de empresas deletérias ao povo), traindo a sua razão de ser, o povo, além de extorquir o povo para que este o sustente, ainda permite que empresas façam o mesmo com o povo. E é essa fossa imunda chamada governo que recebe a multa!
Não é muito imbbbecil acreditar que multa é punição em vez de propina?
Toda multa TEM que ser recebida pelo cidadão lesado e não pelo estado cloaca, de outra forma, SEMPRE o estado vai fazer de TUDO para que as empresas fodam os consumidores!! Isso é de uma evidência quase bestial de tão óbvia!!
E tem quem acredite que essa fossa é útil de alguma forma para qualquer ser humano??
Aparenta ser útil porque desde a infância somos torturados em instituições de "ensino" legitimadas pelo estado fossa para concordarmos em ser esparros mansos e boçais de uma instituição completamente degenerada!
O que achamos que nos ensinariam nas instituições legitimadas pelo estado senão a "lógica" de que "precisamos" desses excrementos parasitas???
Só precisamos de armas, apenas isso. Armas estabelecem as fronteiras de forma absoluta, sem ambiguidades, as ambiguidades morrem nas mãos das armas!!!
Quem tem arma controla TUDO, não existe adversário para armas, não existe terra, bens, amores garantidos sem armas, aliás, sem armas sequer temos estes, a não ser que o dono da arma deixe!!! Em última análise, o dono da arma tem tudo, a vida de todos, os sonhos de todos, tudo o que todos têm ou desejam!
"Delegamos" e "exigimos" o direito de proteção depois de nos abstermos de nossas armas e as darmos para os que nos oprimem com todos os tipos de métodos, os ESTADOS.
Alguém aí disse otários?

Agora o governo emplacou a "menoridade penal" de 16 anos e o agravamento de assassinato de polícias, ou seja, os desassistidos assistidores de TVs assistidas pelo estado salafro estarão assistidos pelos sistemas correcionais de um estado corrupto, serão "educados" por esse estado desde cedo, enquanto sicários fardados e disfarçados estarão cada vez mais blindados em suas sanhas criminosas e terroristas.
Parece que se acelera a agenda de pornteens e, no futuro próximo, pornkids e pornbabies, e, junto a isso, se amalgama a legitimidade de aceitação de assassinatos perpetrados pelo estado, aquele que julga a todos e a si mesmo. Povão gênio dá nisso...

Qual a maior evidência do sadomasoquismo extrapolado e da burrice empedernida?

Essa é fácil! Vamos lá.

Li que um cidadão que tinha a filha acamada por uma sequela sem cura por mais de vinte anos (é quando uma pessoa não vai para a cadeia, o corpo dela É a cadeia!!!) por complicações no parto conseguiu que a turma internética pagasse sua dívida de moradia, até quase quitar o imóvel, pois tornou-se inadimplente gastando tudo que tinha para dar suporte à filha inválida.
Fica claro que gestar e dar suporte a tal tipo de situação só busca a fragilização e colapso do sistema. É evidente que a solução espartana É a solução com menos danos colaterais, quando nem se sabe realmente o que é viver, quando ainda nem estruturada a cognição está, esta é a hora de acabar com o sofrimento, elimina-se o desfavorecido antes que ele tome gosto por algo que só proporcionará sofrimento, a ele e aos que o sustentarão. Antes que se entenda o que é a vida é a hora de se eliminar a vida, ou seja, aborto e eutanásia de desfavorecidos recém-nascidos (os desfavorecidos têm que ter o direito total às suas próprias vidas, sem que um estado excremento ou uma fossa religiosa palpitem em nada, pois o direito à vida é só, e sempre só, dos donos dessas vidas e não de excrementos que instituem, por interesse em um sistema de fragilização e dependência total, que tirar a própria vida é crime; não somos propriedade de um estado excremental, ou excremento somos) são as formas mais justas de contornar o incontornável, não há solução suave nesta questão, é pragmatismo puro para reduzir os danos, pois tais danos só tendem a aumentar. O custo de um inválido é brutal, socialmente falando, além de não ajudar, atrapalha, ou seja, é quadraticamente negativado; e em termos emocionais, o tempo de convivência faz com que o carinho aumente de forma exponencial, tornando impossível uma proposta eutanásica, mesmo que por parte da pessoa "inviabilizada".
Garantir a vida alegando que isso "enriquece" nosso ser, aprendendo tolerância e abnegação, é apenas o endosso das malditas leis cristãs, onde o "inviável", o desfavorecido (muitas vezes não são desfavorecidos, são prejudicados), o fraco são apoiados em detrimento do bem-estar e saúde individuais, e da consequente saúde social. Ou seja, como todos são nascidos em pecado e o judeu cristo "se sacrificou" "por todos" (é incrível como a turma desprepuciada é tadinha e altruísta, desobedecendo de forma radical seu deus brutal, vingativo e sádico, eles são de uma coragem que me faz até vomitar), todos devem entender isso como dívida para com o salvador (que porra de salvador é esse que nos prende em dívidas e leis que só favorecem os outros?) e desandar a sofrer para seguir a palavra do "salvador".
Esta é a forma de garantir que os saudáveis NUNCA conseguirão uma autarquia, visto que são agrilhoados a não saudáveis, incapacitados que o estado obriga que sustentemos. Ou seja, até quando um irresponsável que nos sacaneia enquanto estamos sob sua tutela não se cuida e depois fica fraco, somos obrigados a sustentar - por que ninguém analisa que quando os filhos abandonam os pais é porque estes abandonavam costumeiramente na juventude suas proles, se batem nos pais é porque estes batiam covardemente nos filhotes em vez de agirem exemplarmente (é o velho "faz o que falo e não o que faço")?
E claro, alguém que deseja que seus filhotes o sustentem na velhice é excremento tão imundo que deveria ser deletado de forma inconteste, visto que idosos imporem seus desatinos nas mãos dos descendentes são biologicamente e fisiologicamente INACEITÁVEIS. Isso gera o extermínio da espécie, pois em vez de cuidarmos dos fortes, sarados, que podem gerar benesses, sustentamos inúteis, covardes, egoístas e, pior, via de regra, ainda entregamos a prole para eles darem seus exemplos!! Os fofos vovô e vovó que gostam de fazer as "vontades" dos netinhos, criando conflito de liderança, gerando desonestidade nos "netinhos" e ensinando que o engodo é a forma de se conseguir tudo. E são esses "experientes", que sustentamos através de aposentadorias, são esses inúteis que somos obrigados a sustentar, mesmo sabendo que tais encostos não gerarão nada que preste, só darão trabalho para os já assoberbados cidadãos que sustentam a fossa imunda chamada governo.
É a agenda do engessamento total, a agenda que garante que, mesmo saudáveis, teremos que dedicar nossos tempos à degeneração!!!

Uma dica para a bolsa de apostas: a nova onda será a de que jesus gostava de um "ménage à douze garçons", vai ser defendida de forma exemplar, afinal, ele só andava com homem e gostava de mostrar humildade ajoelhando e até lavando os pés alheios, dirão as más línguas que ele fazia isso só para ter acesso visual, quiçá "aromático", dos varões da galileia, que não resistia à curiosidade de descobrir as "surpresas" embaixo das togas e que ressuscitou mais falos que Lázaros!
Nem preciso dizer que não falta muito para que a cristandade se orgulhe de cagar para dentro, os ungidos em cristo não mais se acanharão de morder a fronha engrossando as veias do pescoço e gemendo agudo e até grave!!
Se cristo brincava com o cortador de bosta, nada mais óbvio que seus admiradores acabem achando pertinente seguir os passos de cristo.
Tudo finalizará quando a viadagem se tornar uma forma divina de ser, às mulheres (se é que vai sobrar alguma) só sobrará virarem lésbicas (para o bem delas, pois, se ser tocada por "perfumado" e "omen" já é deletério para mulher, imagina ser tocada por amante fecal total!).
Admitamos que a conduta de cristo sempre deu grande suporte a tal proposta. A conduta mansa, perdoativa, rebelde inquiridora é pederasta!
A tal maria madalena só serve para consolo dos cristãos devotos que preferem sentar a paulada e cuspir em uma "furiosa aranha" a ficar mastigando nervo com as pálpebras do olho cego ou jogando esperma em merda. Mas observo que todo homem que tem uma queda para ajoelhar na frente de outro homem ou se entregar divinamente para homens já têm uma vocação quase que natural para se entusiasmar com um suor testosteronizado.
Agora os cristãos vão saber a verdadeira agenda de cristo.
A chance de eu estar errado é de 1 para 666 (número da besta, da bosta e do homem) milhões, façam suas apostas!
Só espero que, depois dessa canonização do cu (cunonização), não sobre para as vaginas a função de esgotos do corpo, vai ficar difícil discernir quando elas vão cagar (para as que se acreditam puritanas, quando forem fazer cocô) ou parir!!
Os homens, desbucetados, terão que cagar pela boca? Afinal, cu ungido não caga para fora! ...ou caga?
Na dúvida, tratarão a ambos os resultados como bosta ou como gente?
É possível um humano ser irmão de um tolete? ...irmão gêmeo?
Merdas terão direitos legais?
Viraremos homerdas e merdelhes?
Seremos civilização ou disenteria?

Qual a conexão destas constatações com a fornicante e cibernética constatação primeira?
A imbbbecilidade! Graças à imbbbecilidade estamos caminhando para nos tornarmos apenas os binários interruptores de máquinas, os botões de liga/desliga.
Em todos os casos, o que se percebe é que só graças a imbbbecilidade perene — crônica e aguda ao mesmo tempo — é possível o vicejar de tais ignomínias.
O que será preciso para percebermos que, pelo andar da carruagem, o que não está faltando é vontade para apertar botões de liga/desliga, no mais amplo entendimento?
Que reflitamos longe dos espelhos para que possamos refletir algo além de nossa imbbbecilidade. E continuemos puxando a descarga.

Publicado por Vapera às 20:48
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
 O que é? |
Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015

Resetando das penas à pena de morte

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que sou absolutamente contra a pena de morte e absolutamente a favor da pena proporcional direta e justa.
O que isso quer dizer? Quer dizer que todo humano que tenha sido infringido em seus direitos tem direito absoluto a correr atrás do prejuízo, ou seja, se lhe mataram um ente querido, cabe a esse humano executar, na esfera que entender (quando percebe-se que um morto vale muito mais que dez vivos da espécie do assassino, é legítimo o extermínio até de toda a árvore genealógica DO AGRESSOR), o agressor ou agressores.
Observo ainda que o agredido e agressor também estão sujeitos à interpretação de agressão feita por outrem.
Isso quer dizer que alguém pode interpretar um ato de vingança justa como exagerado e resolver atacar o justiceiro.

Entendo que entregar nas patas de um organismo mafioso, que são TODOS os governos mundiais no atual momento, o voto de justiça é legitimar a mais celerada máfia do mundo, os governos constituídos e "instituídos".

Entendo que ser a favor de pena de morte legitimada pelo estado é covardia, é não ter culhão para correr atrás do prejuízo por si mesmo.
Entendo que é um ato tão covarde, ou mais, quanto o dos cadavoristas, os necrófagos, que covardemente se intitulam "carnívoros", que, em vez de caçarem e matarem por eles mesmos, delegam o trabalho sujo para os outros e só ficam com o "freeboi", a perdigão e todas essas práticas carnes que já vêm "limpas", desossadas, "frescas" e prontas para ir à panela ou forno.

Ou seja, legitimar pena de morte ou apoiá-la é o mesmo que covardemente deixar para os outros o serviço sujo e arriscado.
Se isso não é covardia, é o quê?

Ademais, na fossa imundíssima chamada brasil, essa pena SEMPRE FOI ACEITA, basta ler o Decreto-Lei 3.689/41. Só que nessa fossa, os juízes são tão fabulosamente venais que se eximem de julgar os apenados, deixando para a organização mais assassina da máfia governamental, a polícia, fazer o que bem "julgar".

E aí esses assassinos covardes julgam "por bem" que meninos de dez anos, armados ou não, com rádios comunicadores ou não, merecem ser fuzilados!

O que mais espanta é que esse assassinato ocorreu no mesmo dia do fuzilamento do traficante voador na Indonésia, que no meu entender foi criminoso como qualquer pena de morte o é.

Para uma embaixada desta fossa imunda mobilizar advogados e "mérdicos psiquiopatas" para defender trafi internacional da tribo dos fofos, aí não faltam recursos, mas para garantir dignidade para meninos favelados de dez anos envolvidos com tráfico, esses EXCREMENTOS não se preocupam!

Para eliminar psicopatas assassinos covardes, fardados ou não, do convívio social, essa fossa imunda chamada governo não se preocupa, e um cidadão mais corajoso que 100% dos agentes dessa fossa governamental foi executado com três tiros de um assassino do estado.

Enquanto um dos envolvidos tinha coragem até para descer ondas de dez mil toneladas, o outro já tinha dois processos correndo em sigilo de justiça (sic) (como pode haver sigilo de justiça para julgamento de entes que estão envolvidos exatamente em violações praticadas por conta dos seus "afazeres" profissionais? Qualquer crime praticado em função da profissão pública TEM que ser aberto, e a pena quem tem que imputar não pode ser o estado, criminoso, visto que se alguém comete crime em nome dessa fossa estado, este estado tem que ser imputado também), além de problemas e processos por abuso de poder!

Ou seja, legitimam-se assassinos e executa-se um personagem que tinha mais culhão que os assassinos! ISSO É O ESTADO!

Legitimam-se assassinos infanticidas, e meninos de dez anos sem escola, sem saneamento básico, sem dignidade, mas cheios de TV até em hdtv legitimada pela fossa governamental, têm que ser executados, até sob a ótica de "bolsonaristas".

O povo se indigna com fuzilamento covarde de um traficante brazuca depois de julgado além-mar, mas a execução, sem chance de julgamento, de um menino, em favela no brasil, supostamente portando rádio transmissor de traficantes do morro, não gera nenhuma comoção ou mobilização do povo ou do estado.
Esta fossa imunda é que PAGA, com nossos recursos, defesas para traficante neto de latifundiário e filhote de milionária no outro lado do mundo!!
PUTA QUE OS PARIU!!!

Para que não haja dúvidas sobre minhas opiniões, devo lembrar que sou contra qualquer tipo de proibição, proibição só legitima e BENEFICIA os EXCREMENTOS criadores das leis proibitivas.

Com o tráfico, que só é possível com grande aporte financeiro e APOIO INCONDICIONAL DAS AUTORIDADES, só quem se beneficia de verdade são os DONOS do tráfico, os senhores das LEIS, os encastelados no poder.

Acho que os traficantes de menor porte (avião, mula) no mundo atual são benéficos, pois desnudam os EXCREMENTOS que acham que prestam, mas cujas condutas de seus filhotes viciados, com problemas com drogas, deixam clara a educação lixo, pusilânime, que esses excrementos legitimaram para seus filhotes!

Ademais, acho que drogas devem ser fornecidas de graça, pois assim se eliminam rapidamente os lixos sem qualidades que se viciam.

Todo viciado é um lixo, sobretudo aqueles que bebem "socialmente".

Viciados são excrementos que precisam de muletas (coisa de mulas, mulas no entendimento burro e no entendimento traficante), e no meu entender devem receber abundância de drogas para empacotarem logo!
Mas, por outro lado, tais viciados vivos são benéficos também, pois fazem com que os excrementos parentes paguem pelo sexo imundo e lazeroso que consumou no lixo viciado vivo!

E os culpados são os traficantes de menor porte e os viciados??

E os bilionários traficantes de álcool listados na forbes???

Quem merece pena de morte: os "trafi" de menor porte e/ou menores ou os donos de todos os tráficos, os donos das mídias indutoras de vícios, os governos criminosos que arrogam fazer a lei com agentes assassinos, covardes, corruptos, venais e arrogantes?

Como mostro, é muito fácil ficarmos na covardia dizendo quem merece o que, é muito fácil dizermos que os outros merecem a forca para a proteção dos nossos filhotes e queridos contra os problemas do vício, mas é difícil deixarmos de ser lixos irresponsáveis e começarmos a cuidar dos nossos sem contemporização, sem leniência e, sobretudo, JULGARMOS A NÓS MESMOS COM IGUAL IMPARCIALIDADE.

Um viciado nasce de um sexo lazer, cheio de álcool, aquele "fazer amor" "superlegal", onde a mulher não escolheu o melhor EM TUDO, e onde o "macho" é um excremento qualquer sensível e supercompreensivo (todo compreensívo nada mais é do que um COVARDE, visto que a lógica evolutiva não tem compreensão, TEM IMPLACABILIDADE).

E o culpado é o viciado e o "trafi"??

E o mais óbvio: quem vai estipular e julgar o que é droga ou não?
O estado corrupto?
Quem vai punir?
O estado corrupto?

Como vamos acreditar no discernimento do que é focinho de porco ou uma tomada de alguém que não sabe a diferença entre um defecador e um órgão reprodutor?

Como vamos acreditar no discernimento de quem acha correto "tirar um por fora" para gerir a coisa pública?

Como vamos acreditar que o estado vai cuidar de proteger o cidadão, se sabemos que a cada aparelhamento do estado, ele fica mais armado e aparelhado contra o cidadão?

Quem garante o crime é o ÚNICO que se beneficia do crime, o ESTADO, o caos só beneficia o ESTADO.
Se todos tivessem dignidade para buscar evoluir em tudo, sobretudo na arte da guerra e do combate, não haveria salafros, eles seriam executados, não haveria máfias, elas seriam exterminadas por ausência de participantes!

Se todos cuidassem de si próprios, qual a razão de sustentar um estado para cuidar das pessoas?
Se todos fossem saudáveis, não precisariam de mérdicos; se todos fossem combatentes, não precisariam de polícias; se todos fossem fortes, não precisariam de justiça; se todos fossem inteligentes, não precisariam de educação e cultura; se todos fossem coerentes, não precisariam de leis!!

Será que não está mais do que claro que só o EXCREMENTO legitima qualquer governo outro que não o seu próprio?

Mas se governo é legitimado por excrementos, não fica evidente que tudo o que concerne a sociedade É MERDA TOTAL??

Entenderam porque buraco de fezes é agora órgão reprodutor inclusive por força de LEI?

Agora nem preciso falar o quão abjeta é a figura bujão de gás terrorista arrogante que ficou consternada com o ignorar de seu apelo do "alto" de sua posição de "presidenta" de uma fossa!

Como pode "um monte de ilhas" como a Indonésia, com uma população insular maior do que a população brazuca, ousar se opor à exuberância argumentativa da "presidenta" e os exemplos dignos de julgamento e justiça perpetrados pela fossa imunda chamada governo brasileiro?

Esses indonésios devem ser uns bárbaros sádicos na visão dos arrogantes governantes desta fossa!!

Observo que pena de morte é a epítome do sadismo, é o gozo do fraco, do covarde, dos que gostam de gozar com o pau alheio!

Se estamos dispostos a ver alguém morrer, se torcemos até para isso, se queremos matar alguém, que tenhamos culhão para nós mesmos irmos matar tal ser, em vez de contar com assassinos covardes corruptos para fazerem o serviço (de porco).

Se é para haver pena de morte, que essa seja aplicada a todo corrupto/corruptor, a todo prevaricador, a todo malversador, a TODO FUNCIONÁRIO do GOVERNO, visto que se há algo irregular no povo a ÚNICA CULPA PERTENCE AO ESTADO.

Todo governo tem o povo que merece, deseja e cultiva.

Se existe mal na sociedade, é culpa exclusiva do ESTADO, que em suas leis fundamentais diz ter soberania e garantir dignidade, respeito, segurança, probidade, coerência, saúde e educação para todos, e NÃO GARANTE NADA DISSO.
Ao contrário, só garante as penas dos que não merecem pena!

Só garante que, com uma penada corrupta, muitos morrem pelo peso da pena, pena de morte!

Muitos minguam de forma digna de pena, pena de morte indigna.

A própria civilização morre pela pena de morte apenada pelos sem pena, pena para uma civilização que não vale a pena.

Que apenemos e apelemos a PENAS DE MORTES não para os efeitos, as consequências, mas que tais penas sejam imputadas aos CAUSADORES, que corruptamente garantem a pena de morte de nações inteiras!

Ou o poder da pena, que não gera apenas a pena de morte que não vale a pena, gera as penas todas, ou apenas as penas de mortes de penas sem penas serão o tom!

As penas que entendem as penas de morte entendem apenas de morte.

Publicado por Vapera às 17:40
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
 O que é? |

Pesquisar

 

Posts Recentes

Resetando pesadelo

Resetando reflexões, seus...

Resetando das penas à pen...

Resetando bolsonarices e ...

Resetando plagas de praga...

Atualizações

Resetando da "cristanlina...

Resetando escalaridades, ...

Resetando religações entr...

Comentários Recentes

Parte 2/2Vou dar uma noção mais afinada da "felici...
Parte 1/2Caro Paulo Henrique,O entendimento da mor...
Caro Vapera,Vou apelar para a velha estória que, q...
Caro Paulo Henrique,Receio dizer que seu pai lhe c...
Caro Vapera,Muitos galhos, galhos de todos os tipo...
Caro Carlos,Também vou perguntar para o mestre, e ...
Mestre, quando vai atualizar o blog? Grande abraço...
Caro João Sem nome,Esse pensamento é o pensamento ...
Caro Paulo Henrique,Essa maneira de ver as coisas ...
Vapera,Estive pensando...Você esta certo e eu erra...

+ Comentados

Arquivos

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Assuntos

aborto(3)

agenda(4)

alimentação(3)

apocalipse(4)

armagedon(3)

armas(3)

blog(3)

blogs(3)

brasil(3)

burrice(7)

censura(3)

china(3)

chip(3)

ciência(3)

conspiração(4)

contrassenso(3)

controle(11)

coprolagnia(3)

corrupção(11)

corrupto(3)

corruptos(3)

crime(8)

degeneração(6)

democracia(5)

deus(6)

ditadura(4)

divindade(3)

dominação(3)

eletromagnetismo(3)

estado(6)

evolução(3)

fim do mundo(3)

google(3)

governo(6)

guerra(3)

imbecilidade(3)

judeu(3)

judiciário(4)

juiz(3)

juízo final(3)

justiça(3)

lei(6)

luz(3)

manipulação(4)

medicina(3)

mentira(3)

monarquia(4)

mulher(5)

nação(3)

ovni(3)

parasitismo(4)

pederastia(5)

pedofilia(4)

políticos(4)

religião(9)

saúde(4)

sexo(5)

sociedade(5)

terra oca(5)

terra sólida(5)

todas as tags

Autor

Subscrever Feeds

Provérbios

1. Todo comedor de cu é um reprodutor de merda.

2. Quando se usa o ânus para sexuar, o cidadão é aquilatado à excreção, pois sexo é reprodução.

3. Nunca acredite que alguém que depende de seu sofrimento poderá te ajudar a não mais sofrer.

4. Antes um inimigo a um amigo burro.